Notícias CDL

15254164

O Indicador de Confiança dos micro e pequenos empresários dos segmentos do varejo e de serviços calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) avançou 20,7% na comparação entre julho e o mesmo mês do ano anterior, passando de 37,06 pontos para 44,72 pontos, atingindo o maior patamar em 15 meses de série histórica. Na comparação com junho, quando o indicador estava em 42,93 pontos, o crescimento foi de 4,2%.

Apesar da melhora no indicador registrada nas variações anual e mensal, a maior parte dos entrevistados ainda avalia que as condições gerais da economia e de seus negócios pioraram no último semestre, uma vez que segue abaixo do nível neutro de 50 pontos. A escala do indicador varia de zero a 100 – acima de 50 pontos mostra otimismo e abaixo mostra pessimismo.

Para o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, chama a atenção que mesmo com o cenário econômico deteriorado dos últimos meses, para a maioria dos micro e pequenos empresários as perspectivas para os próximos meses continuam a melhorar. "A proporção dos que se dizem confiantes com a economia subiu, ao passo que a proporção dos que se dizem pessimistas caiu. O fenômeno repete-se, com intensidade ainda maior, quando analisamos as perspectivas para o futuro dos próprios negócios. Mais da metade dos empresários diz estar confiante com o desempenho futuro de sua empresa", analisa o presidente.

  • Criado em .

computador

Monitorar o modo como o mercado enxerga a sua empresa e os seus concorrentes é essencial para aprimorar o negócio. Enxergar as falhas e os pontos fortes da sua empresa é necessário para saber quais pontos devem ser aprimorados e quais estão indo pelo melhor caminho.

Para quem está começando um negócio, o orçamento apertado não permite grandes investimentos em ferramentas analíticas. Pensando nisso, plataformas gratuitas permitem a análise do mercado sem a necessidade de gastos.

Tanto para adquirir dados de buscas quanto análise de links, conheça as plataformas gratuitas que ajudam a conhecer um pouco mais do seu negócio:

1. The Name App

O aplicativo mostra se o nome criado pelo seu app está disponível na web. Ele verifica se o termo já está sendo usado em domínios por outras pessoas e também sinaliza se o nome já está em perfis de redes sociais como Twitter, Tumblr, Instagram e Facebook.

2. Similar Web

A plataforma é usada para saber mais sobre qualquer site ou aplicativo. Ela fornece serviços de análise de dados de modo a medir estatísticas para websites e demais plataformas. É um aplicativo inteligente que apresenta a evolução das visitas recebidas no site, o tempo médio de permanência e a porcentagem de rejeição.

3. Google Keyword Planner

O planejador de palavras-chave do Google ajuda a pesquisar ideias de termos, receber o histórico de estatísticas, o empenho de palavras-chave e também criar outras listas.

  • Criado em .

groth

Poucos empreendedores acompanham o ciclo operacional da empresa, o que compromete a gestão financeira necessária para manter o negócio funcionando. É por isso que o acompanhamento do capital de giro é essencial para manter o negócio ativo.

Apesar do termo ser muito usado, poucas pessoas ainda se atrapalham para manter o capital de giro. "Na prática, ele corresponde ao valor que a empresa possui em reserva para manter as despesas do dia a dia", conta Paulo Wyss, professor de finanças da Business School São Paulo (BSP).

Embora muitos empreendedores entendam a importância desse capital, poucos se mantêm atentos e a ele. "É um dos mais doloridos, preocupantes e complexos choques de realidade que o empreendedor passa quando inicia seu negócio. O capital de giro é um recurso que a empresa precisa dispor para manter o seu negócio funcionando sem recorrer a terceiros", completa Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo do Insper.

  • Criado em .

20160802 193704Veja mais fotos aqui

Aconteceu nesta noite de terça-feira no Auditório Milton Veloso (sede da CDL) o primeiro SOS Itabuna – Por uma cidade melhor, uma reunião de conscientização e tomada de posição diante da situação de emergência porque passa Itabuna, nas áreas de urbanização (iluminação, pavimentação, limpeza), saúde, educação, transporte público, trânsito, segurança, dentre inúmeros outros males. Estiveram presentes as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Urbano, Transporte e Trânsito, Indústria, Comércio e Turismo, Ordem dos Advogados do Brasil, 15º Batalhão da Polícia Militar, Entidades do Comércio (ACI, CDL, SINDICOM, AMPESBA), Dom Parking (Zona Azul) e imprensa local.

Todos tiveram a oportunidade de se pronunciar sobre o assunto proposto e ainda poder colocar algumas soluções práticas para algumas situações como no trânsito, segurança e Comércio.

Em sua primeira etapa o SOS Itabuna, conseguiu alcançar o objetivo que era iniciar a conversa entre todos envolvidos diretamente no desenvolvimento de nossa cidade e já propõem uma série de reuniões onde o grande interesse é formar uma estratégia de desenvolvimento de nossa cidade.

  • Criado em .

Profissionais ficam a maior parte de um dia dentro da empresa. Empreendedores devem se importar com isso.

crise

O mundo corporativo é muito cruel. É competitivo. E acreditamos que sobrevive o mais forte. Você deve produzir mais. Entregar mais. Vender mais. Aparecer mais. Sempre mais.

Se sua empresa não evolui constantemente, você é deixado para trás pelo concorrente que é mais ágil, tem mais capital ou um time mais forte.

E o resultado de tudo isso é que estamos sempre olhando pra fora. Sempre olhando para o que ainda não fizemos. Olhando para o que o concorrente fez e você ainda não. Olhando para as tendências e acompanhar o que está acontecendo pra talvez conseguir antecipar.

E o que acontece quando se olha muito para fora? Você se guia pelos outros e não por você.

Você cria uma empresa que entra na crise, que acompanha o que o mercado faz, segue tendências e sempre tem a sensação de que nunca é suficiente.

E qual seria uma alternativa a isso?

Uma empresa que olha pra dentro.

Uma empresa que olha pra dentro, olha para suas pessoas.

É uma empresa que olha para o que acontece com cada funcionário, cada sócio, cada colaborador.

E olhando para o que acontece com o indivíduo, é possível entender o que ocorre na empresa.

Uma coisa que eu sei que vai acontecer com qualquer pessoa é que ela vai passar por frustrações. Vai ter que enfrentar desafios pessoais. E ela vai sofrer.

  • Criado em .

O que deve influenciar a gestão dos negócios nos próximos dois anos? A KPMG mostra quais são as prioridades que nortearão todas as decisões das empresas.

KPMG 10 Prioridades 2016BNOVAREJO

Existem alguns drivers que hoje norteiam os negócios. Nos próximos dois anos, contudo, eles serão um pouco diferentes. É o que mostra estudo da KPMG sobre omnibusiness feito com 400 empresas, das quais 10% são brasileiras e 98% são de varejo. O estudo mostra quais são as prioridades das empresas nos próximos dois anos. O consumidor é o grande centro das decisões e, em geral, permeia todos as prioridades e os pontos que ajudam na gestão dos negócios. Olhando de perto, a transformação digital é a grande preocupação agora e em 2018. "O consumidor está no centro da estratégia e na prática são algumas atuações para capturar isso, seja no uso da tecnologia ou por meio de uma série de ações e inovações que surgem no mercado", explica Marcus Vinícius Slemenian, sócio da KPMG.

"Os executivos precisam pensar sobre conduzir seus negócios com uma mentalidade digital. Isso não significa que não exista um papel para as lojas físicas, mas que existe a necessidade de migrar para um conceito digital de negócio e operação", disse Jeanne Johnson, sócia da KPMG. Slemenian disse à NOVAREJO que os negócios precisam olhar para a melhor forma de interagir com o consumidor de forma mais eficiente – por isso, a transformação digital faz tanta diferença. "Tem de agir praticamente online e de fato fazer o consumidor ser o centro das atenções. Do ponto de vista prático, é isso que está sendo feito", afirma o especialista.

  • Criado em .

CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE ITABUNA

Situado à Av. do Cinqüentenário, 966, Centro, Itabuna–BA  |  Telefones (73) 3613-2815  |  3613-3074

www.cdlitabuna.com  |  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

© Copyright 2012/2017 CDL Itabuna   |   Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por:
Oxente Virtual

CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE ITABUNA

Situado à Av. do Cinqüentenário
966, Centro, Itabuna–BA
(73) 3613-2815  |  3613-3074


Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

© Copyright 2012/2017 CDL Itabuna
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por:
Oxente Virtual